quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Gil e Jorge - Ogum Xangô


Estamos chegando na reta final, penúltimo álbum do nosso querido, amado, idolatrado, salve salve Jorge Ben, ao lado de outra lenda (viva?): Gilberto Gil. Aqui se concretiza o projeto cuja gênese está no festival Phono 73 em que ambos dividiram o palco em duas músicas, "Jazz Potatoes" e "Filhos De Gandhi" (as duas estão incluídas no post "A Tábua De Esmeralda"). O álbum é uma loucura só, saiu originalmente em edição dupla (a primeira capa aí em cima), porém existem três edições diferentes das quais duas eu tenho e... Se tem alguma coisa de que me arrependo toda santa vez que lembro é disso! a terceira edição eu vi uma vez na vida e deixei passar, conclusão: nunca mais me deparei com ela novamente, mas voltando... A segunda edição saiu de modo compacto em um único volume, todas as faixas foram editadas e cortadas pela metade (a segunda capa aí) e a terceira (que penso ser a terceira) saiu com ambos os discos iguais a primeira edição, porém, separados cada um com uma capa diferente no qual um se chamava "Ogum" e conseqüentemente o outro "Xangô", a arte gráfica deles é fenomenal (tenho uma vaga lembrança do visual).

Reza a lenda de que esse disco foi gravado duma vez só, numa madrugada de 1975 e que a Jam teve até participação de Cat Stevens que estava de passagem pela terrinha, agora... Se isso é realmente verdade só deus sabe rsrsrs (ou não!) rsrsrs.

De um lado temos Gil e do outro Jorge totalmente em stereo, no centro Djalma(?) na percussão e Wagner(?) no Baixo. O álbum teve produção de Paulinho Tapajós e Perinho Albuquerque.

O repertório do disco é composto por 9 faixas das quais apenas três eram "inéditas", são elas: "Meu Glorioso São Cristóvão" que abre o Disco 1, ainda no Disco 1 "Jurubeba" e a terceira é "Sarro" vinheta de encerramento do Disco 2. As demais: "Nega", numa versão irreconhecível, "Quem Mandou (Pé Na Estrada)", que tinha sido gravada por Wilson Simonal em 1973 mas que aqui parece outra música, lembra um pouco a introdução de "Amante Amado" gravada no álbum de 1978 rsrsrs, "Taj Mahal", é aqui que aparece pela primeira vez a letra dessa música até então sem, "Morre O Burro, Fica O Homem", "Essa é Pra Tocar No Rádio" e "Filhos De Gandhi".

É um álbum pra ouvir com calma, talvez a princípio nem tudo agrade, mas insista que é dos mais fodas também. Acho que é isso, chega de papo né? Abração...

"... Meu glorioso São Cristovão... Livrai-nos do pecado e da perdição..." (hummmm... será? Melhor nãaaaaaao, deixe estar) rsrsrsrs


Para Baixar e Sair Sacundindo: Gil e Jorge - 1975 - Ogum Xangô


Postado Por Marcel Cruz

6 comentários:

Eu Ovo disse...

Esse disco é sensacional!

Mas Marcel? Quais são as faixas desse disco?
tem mais músicas - por conta dessas duas partes? do arquivo...

que eu saiba, o disco terminava na música morre o burro fica o homem - é isso mesmo?

melhor resumindo: bota ai no comentário o playlist do disco pra eu ver se baixo ou não.

abs

Marcel Cruz disse...

Ok! então vamo lá:

O arquivo ta com qualidade de 320kbps
Por isso ficou grande, o disco um contém 4 músicas e o dois 5. Segue abaixo o playlist:

Disco Um:

01 - Meu Glorioso São Cristovão(JB) 8:14 min
02 - Nega (GG) 10:38 min
03 - Jurubeba (GG) 11:41 min
04 - Quem Mandou (Pé Na Estrada) (JB) 6:53 min

Disco Dois:

05 - Taj Mahal (JB) 14:47 min
06 - Morre O Burro, Fica O Homem (JB) 6:11 min
07 - Essa é Pra Tocar No Rádio (GG) 6:14 min
08 - Filhos De Gandhi (GG) 13:11 min
09 - Sarro (JB) 1:10 min

Acho que é isso

Abração...

Marcel Cruz

Anônimo disse...

valeu primo!!!
brigado msm!!!

abraços de um cruz!!!

Ju Morandin disse...

Salve Marcel
Aqui os links estão invertidos, o que está como disco 1 é o 2 e vice versa.
Mas isso é um mero detalhe, porque quem baixa um consequentemente...

BJu

Marcel Cruz disse...

Valeu Ju!!!!! Foi mera distração, mas já está corrigido valeu mesmo!!!

Bjão se cuida até...

Marcel Cruz

rozao disse...

CARA ESSE DISCO EH DEMAIS !
Eu tenho gravado em cd, mas tive que baixar de novo !!!!
Parabéns pelos cds do Ben, nossa quanta maravilha !
Eu que nem gosto do Gil, pirei no som dele com o mestre Ben.