domingo, 21 de dezembro de 2008

Beat Boys - Beat Boys

Os Beat Boys, apesar da efêmera existência, carrega consigo o troféu de ter sido a primeira banda declaradamente rock'n'roll a se infiltrar nos meios da até então "pura" música popular brasileira. O fato aconteceu através de Caetano Veloso que com sua "Alegria, Alegria", feria os ouvidos mais puristas e punha em êxtase os afoitos por novidade.

Caetano teve o mérito de proporcionar uma fusão de públicos distintos, a partir dali um muro de pré-conceitos começava a ser demolido. Um festival de música brasileira em que um dos maiores destaques acabou sendo uma canção onde predominavam os riffs de guitarra, e além disso, a banda responsável por tamanho "despautério" era formada em sua maioria por argentinos, rsrsrs.

A participação dos Beat Boys no tropicalismo não se resume apenas a "Alegria, Alegria". Foram eles que acompanharam Gal Costa na defesa de "Divino Maravlhoso", terceiro lugar no festival de 68, e Gil na desclassificada e polêmica "Por Uma Questão de Ordem".

Os Beat Boys surgiram em meados da década de 60 junto com o movimento do Iê-Iê-Iê, mas o destaque e "fama" ocorreu mesmo no tropicalismo. Esse álbum é o único que gravaram, além disso temos apenas, a participação deles em dois álbuns do Ronnie Von (o que esta postado ali embaixo e o de 1969), um compacto (que inclui no arquivo como faixa Bônus) e, é claro, as participações citadas acima. O repertório, além de alguns temas originais, é composto por versões de músicas dos Beatles, Lemon Pipers, e também por uma adaptação da "Aria para a 4ª Corda", de J. S. Bach.

Infelizmente não tenho a ficha técnica do álbum, não sei com certeza de quem são os arranjos, mas deve ser da galerinha conhecida: Cozzela, Sandino, Medaglia ou até mesmo Duprat, apesar de não ter muito a cara de Duprat. "Torta De Morangos" passa perto, mas acho que deve ser Cozzela mesmo, aliás, essa é a mais genial do disco, só ela já vale o download. Dos integrantes apenas um é "conhecido": Tony Osanah, nos links abaixo tem mais detalhes.

Outras faixas que merecem destaque: "Era Uma Vez Uma Menina", "Abre, Sou Eu", "Abrigo De Palavras Em Caixas Do Céu", excelente! A instrumental "Pobre Coração", parece que saiu da trilha do "Era Uma Vez No Oeste", de Sergio Leone, rsrs muito boa. Tem algumas bem ruinzinhas, mas no geral passa e passa bem! É isso aí.

Ah! O álbum foi lançado em maio de 1968 pela RCA Victor, ou seja, mais uma lacuna preenchida! Divirtam-se! Fui!



Para Baixar e Sair Sacundindo: Beat Boys - 1968 - Beat Boys


Para Saber Mais: Discografia -
Bio Beat Boys - Bio Tony Osanah



Postado Por Marcel Cruz

2 comentários:

tak disse...

Grande Marcel. Um disco muito clássico. Mas se não me engano, eles tinha outro integrante que teve alguma fama posteriormente, o Willy Verdager, que depois tocaria com os Secos e Molhados.. Abraços!

Zezé disse...

Que raridade! O argentino Willy Verdaguer, que foi do Beat Boys, está firme, mora em São Paulo e foi um dos fundadores do Raíces de América, grupo de música latina, que com altos e baixos continua.

Ele também está cada vez melhor em sua carreira solo, o site do grupo é www.raicesdeamerica.com (se não for isso, é algo parecido, rssssss)
No you tube tem o canal do Willy, com coisas lindas.

*Seu blog é fantástico, parabéns pelo seu trabalho de pesquisa musical e divulgação.
bj