segunda-feira, 21 de abril de 2008

Erlon Chaves - Banda Veneno De Erlon Chaves

Outro maestro genial que tivemos e que foi daqui pra outra bem cedo se chama Erlon Chaves. Eu conheci o trabalho dele justamente através de uma faixa contida nesse volume, (que pelo que pesquisei, ainda não se encontra na rede, ou melhor, não se encontrava, rsrsrs). A faixa em questão é a composição de Jorge Ben, chamada "Eu Quero Mocotó", que concorreu ao FIC de 1970, onde a defesa do tema criou uma polêmica gigantesca. Zuza Homem De Mello narra muito bem o episódio no livro "A Era Dos Festivais - Uma Parábola". Segue o trecho abaixo:


"Para a apresentação de "Eu Também Quero Mocotó", na final de 25 de outubro de 1970, Erlon resolveu incrementar ainda mais o happening, que já ocorrera na apresentação classificatória da música, quando sua Banda Veneno, somando 40 pessoas entre cantores e músicos (Eita, banda larga!), fez platéia e jurados dançarem ao som da canção, feita mesmo pra dançar, só à base de riffs dos metais, ritmo de boogaloo (a moda black de então). E aí anunciou, segundo Zuza: "Agora vamos fazer um número quente, eu sendo beijado por lindas garotas. É como se eu fosse beijado por todas aqui presentes".

"Na platéia foi uma vaia só. Nos lares, algumas esposas brancas engoliram em seco, ofendidíssimas, ao lado dos maridos". E o happening rolou.

Só que, segundo nosso amigo Zuza, "o espetáculo de um negro sendo beijado por loiras no encerramento do V FIC foi demais para os padrões conservadores da época, e Erlon Chaves foi levado, dias depois, para um interrogatório na Censura Federal", ao qual se seguiu a prisão, segundo consta, pela influência de esposas de alguns generais da Ditadura, ficando o músico, depois de libertado, proibido de exercer suas atividades profissionais em todo o território nacional por 30 dias".


Imaginem se eu não ia querer saber mais sobre o figura! Foi dessa forma que saí em busca do disco. Encontrei uma re-edição lançada em 1978, pelo selo Fontana, com uma capa horrível, mas, enfim, as faixas estavam todas lá. A capa original consegui muito tempo depois, é essa aí.

O álbum é genial, é funk, é samba-rock, é caribenho, é de "sacundir" o indivíduo. O lado A, inicia com uma versão excelente de "Cosa Nostra" do Jorge Ben, seguida por "Shirley Sexy / Sexy Appeal" (pra quem baixou o Portinho, vai ouvir a "Shirley Sexy" com letra agora, um sarro). "Oh Happy Day", "Fora De Série", de Marcos e Paulo Sérgio Valle, a dita cuja "Eu Também Quero Mocotó" e pra fechar "Drive-In", de Erlon Chaves, essa foi a que achei mais sem sal, talvez por ser lentinha.

O lado B começa esmerilhando com "Pulo, Pulo", de Jorge Ben, seguida de "Quem é?", de Erlon Chaves, que pra mim é a mais foda do disco todo, o instrumental é espetacular. Depois disso, temos, "Madalena", de Ivan Lins, "Jesus Cristo", de Roberto e Erasmo, "Menina Da Ladeira" de João Só, "Você Abusou", de Antonio Carlos e Jocafi, e, finalizando o volume, outra lentinha de Erlon e Arnoldo Medeiros, "Fim De Baile".

Dos discos que Erlon gravou com sua Banda Veneno esse é, de longe, o que mais gosto, os demais não me fizeram tanto a cabeça, tanto que tenho, mas ouvi pouquíssimas vezes. É isso aí e fim de Papo!

"...Eu quero mocotó, tó tó tó..." rsrsrsrs


Para Baixar e Sair Sacundindo: Erlon Chaves - 1971 - Banda Veneno De Erlon Chaves


Para Saber Mais: Bio 1 - Bio 2 - Bio 3


Postado Por Marcel Cruz

4 comentários:

juca lima disse...

Seu Marcel!
enfim vim conhecer seu blog!
Parabéns!
Já tô aproveitando para conhecer umas coisas...

abração.

Juca Lima

Fredy Kz disse...

opa! faz tempo que não comento, é que bloquearam os blogs no trampo, mas sempre tou aqui baixando essas loucuras que nos traz! adoro teu blog véi!!! Abraço

R.P. disse...

Valeu pela postagem. estava procurando esse disco

Marcia Lisboa disse...

que coisa fantástica !
obrigadíssima por esta pérola !
mas já vi que esta pérola vem
super bem acompanhada de outras tantas :-)

gracias !