domingo, 27 de abril de 2008

Abílio Manoel - Pena Verde

A primeira vez que ouvi Abílio Manoel foi numa coletânea chamada "Samba-Rock" isso em 2001/2002. A faixa contida no citado volume era "Luiza Manequim", que começa com um violão e uma metalera quebrando tudo! Chapei na hora (muito tempo depois fui descobrir que era arranjo de José Briamonte, o mesmo arranjador do álbum de 1969 do Jorge Ben, explicado?... E como! rsrsrs). Novamente Marcel em busca do Santo Graal. Na época não consegui saber de que disco era a música, mas acabei trombando com esse aí. "Pena Verde", lançado em 1970 é talvez o trabalho mais conhecido de Abílio. É um disco incrível!!! Re-ouvindo com calma consegui sentir a síntese do período/época que o disco carrega consigo e fiquei realmente... falta-me a palavra... não é surpreso... ah, fiquei... puxa vida, fiquei de cara (no bom sentido, é claro!) com essa nova leitura.

O disco é samba-rock nas faixas: "Pena Verde", "Cavaleiro Andante", "Verdejar" e "Rosa Cor De Rosa". Tropicalista em: "Nas Areias Da Lua", que é genial!, "Cata Vento" e "Aldeia", tema instrumental do disco, Jovem Guarda em: "Andréa" e "E Adriana Chorava", "Caminhando para O Azul" me lembra Chico Buarque naquela fase inicial, e por fim "Arco-íris", que é meio Bossa Nova.

Quem divide os arranjos são os maestros Luiz Arruda Paes e José Briamonte, exatamente o mencionado acima, o cara é foda! Engraçado que os discos dele não são tão bons quanto os que ele arranja, pelo menos não me fizeram muito a cabeça, a não ser um deles e nem foi todo o disco, rsrsrs. Mas ainda assim está entre meus arranjadores preferidos.

Como bônus acrescentei a faixa "Luiza Manequim", que é do álbum "Abílio Manoel - Entre Nós" de 1972, um puuuuta dum álbum também.

Nos links abaixo deixei um do Youtube que tem uma entrevista com ele. É foda a facilidade que as pessoas tem de cagar com as coisas, rsrsrs. A entrevista abre com Abílio cantando uma versão em ritmo de reggae de "Pena verde". Sem comentários, vocês vão entender o que digo ao ouvirem a original e a regravação rsrsrs. É isso aí, fui!


“...Pus um cravo na lapela, Sou escravo eu sou dos olhos dela, Pena Verde no chapéu, Me deu sorte ela caiu do céu...”



Para Baixar e Sair Sacundindo: Abílio Manoel - 1970 - Pena Verde


Para Saber Mais: Abílio Manoel Homepage - Bio 1

Entrevista YouTube: Parte 1 - Parte 2


Postado Por Marcel Cruz

5 comentários:

Ana-Silva. Vulgo: Sombra disse...

Saudações Marcel. Consegui baixar os arquivos... Vou colocar um link do sacudin no meu blog. Pq é bastante recomendável, qualquer objeção me informe.

MUNDO DE COISAS disse...

Foi um mega prazer ler seus escritos e baixar músicas postas por você! Começei a baixar músicas na rede há pouco tempo, e estou maravilhada com tanta gente bacana que disponibiliza raridades em seus blogs, vc , sem sombra de dúvida é um deles!
Pessoa carismática, pela maneira de escrever a gente percebe logo!
Muito obrigada!
Mitche

Anônimo disse...

O meu comntário começa com um pedido: gostaria de poder baixar o disco do Abílio Manoel - América Morena -, pois possuo o velho vinil e na medida do possível fui comprando os cds. Porém, o cd em questão não consegui. É um dos poucos que me faltam.
No mais, obrigado pelos serviços de divulgação de uma arte que parece ter ficado esquecida pela grande maioria: "A boa Música".
Mário.

Coletivo Action disse...

O cara realmente manda muito, não cheguei a ver a entrevista, vou dar uma olhada, parece bacana. Interessante também mencionar é que o primeiro disco do Abílio teve produção do Peruzzi, que também trampou com o Eduardo Araújo, foda demaisi isso!

Abraços e parabéns pela post.

Anônimo disse...

http://www.megaupload.com/?d=N3FDBVVX

América Morena - 1976 (Antológico)