quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Eumir Deodato - Prelude

"Prelude" é um daqueles álbuns que surpreende já na primeira ouvida, Deodato abre o volume com uma versão (que se tornou famosíssima) da composição "Assim Falou Zarathustra" de Richard Strauss e que na época tava em voga, devido ao sucesso do filme "2001 - Uma Odisséia no Espaço", do Diretor Nova-Iorquino Stanley Kubrick. Uma coisa que sempre escuto é que a versão de Deodato foi trilha do filme, fato extremamente falso, pois no filme Kubrick usa uma versão orquestrada de forma convencional, não tem nada de funk, além disso, existe uma impossibilidade temporal, o filme é de 1969 e esse álbum aqui de 1972, ou seja, uma distancia de 3 anos entre uma coisa e outra.

O disco de uma forma geral é carregado de sua época, é ouvir e se sentir na década de 70, timbrera, texturas sonoras que se tornaram clássicas, arranjos embasados no funk que estava em plena maturidade e tudo isso realizado por um time de primeira grandeza, pois além de Eumir, temos Stanley Clark, Airto Moreira, Ray Barreto e entre outros Billy Cobham. No repertório, que é composto por 6 faixas, Deodato faz releitura de Strauss na já citada "Assim Falou Zaratustra” e de Debussy em "Preludio para a Tarde de um Fauno", as demais, todas dele mesmo.


Para Baixar e Sair Sacundindo: Eumir Deodato - 1972 - Prelude


Para Saber Mais: Deodato Homepage - Biografia - MySpace Eumir Deodato


Postado Por Marcel Cruz

2 comentários:

Bernhar Gobbi disse...

Eae, Beleza?!

Bom, estou comentando aqui o disco "Prelude", mas antes aproveito pra deixar meus sinceros agradecimentos pela qualidade musical do seu blog, caro Marcel.

Sobre a primeira música desse disco, a composta pelo Strauss, ela foi sim trilha de um filme, mas não do 2001. Ela foi trilha de um filme com Peter Sellers, de 1979.

O filme se chama "Being There", que em aqui deve ter saído como "Muito Além do Jardim". Essas traduções de títulos de filmes são comédias, não, hehehe.

Tá aí o link se vc quiser editar o post pra colocar essa info.

http://www.imdb.com/title/tt0078841/

Mais uma vez, obrigado. ;)

Bernhar Gobbi.

Hugo disse...

Na verdadade não é que esta versão deste álbum foi usada no filme de Kubrick.
O Eumir Deodado fez os arranjos e a orquestração das musicas usadas no filme. Entretanto, ele se manteve, em grande parte, fiel às melodias originais.