sexta-feira, 21 de março de 2008

Mestre Ambrósio - Mestre Ambrósio

Já que estamos num clima de regionalismo por aqui, estive pensando um pouquinho e lembrei que faz 10 anos que esse disco caiu nas minhas mãos e ouvidos como se fosse uma granada! Com seu pino acionado pra explodir, e digo a vocês que a explosão não falhou, foi de doer de tão bom! O disco é de 1995 (finalzinho de 95, na maioria dos lugares vocês vão achar com a data de 1996), mas só conheci três anos depois através de um tio meu que o comprou (o disco teve lançamento independente e não era tão fácil de encontrar).

Meu tio adquiriu o álbum na primeira vez que o grupo se apresentou por aqui, e se não me engano foi no extinto Aeroanta. Infelizmente não fui nesse primeiro, bem entendido, porque nas outras vezes que eles estiveram aqui, tive a honra não só de ir como de abrir e fechar o show deles, pois na ocasião eu tocava num grupo de forró. Se tem uma coisa que vou guardar bem viva na memória são essas recordações.

O grupo se desfez a uns 3 ou 4 anos deixando 3 discos gravados, esse aí é o primeiro da safra, foi produzido por Lenine e Marcos Suzano, tem participação de ambos e também de Carlos Malta, Zé Calixto e mais uma pá de nego foda. Uma coisa que fiz questão de fazer foi escanear o encarte todo, pois é uma obra de arte à parte. A arte gráfica é genial, um puta dum bom gosto na concepção, coisa que nos demais álbuns do grupo, a meu ver, não foi explorada. O disco é composto por 17 faixas e contém algumas releituras memoráveis como "Pipoca Moderna" de Caetano Veloso e Banda de Pífanos de Caruaru e "Usina - Tango no Mango" de Chico Antônio e Paulírio.

Nesse primeiro disco a maior parte das composições são de autoria de Siba, rabequeiro da mais alta linhagem e discípulo de Mestre Salustiano, ele assina faixas como: “José”, “Se Zé Limeira Sambasse Maracatu” e “Pé-De-Calçada”, isso só pra citar algumas. Um gêniozinho rsrsrs.

O show dificilmente vocês terão a chance de ver, levando em conta que o grupo já não existe mais, sendo assim, terão que se contentar com a gravação, coisa que já é suficiente pra agarrar o par e sair sacundindo pra valer!!! É isso aí...

"Se Zé Limera Sambasse Maracatúúúúúúúú... Cor de jumento era azul, tinha juízo macaco, Venêno cume de rato, tinha chifre gabirú..."



Para Baixar e Sair Sacundindo: Mestre Ambrósio - 1995 - Mestre Ambrósio


Para Saber Mais: Bio Mestre Ambrósio - Homepage Mestre Ambrósio


Postado Por Marcel Cruz

3 comentários:

Bruno Borges disse...

Obra prima total :)

Mad Rabbit disse...

Excelente disco!
Tive a oportunidade de vê-los em um show lá por 1997.
Os caras são bom demais.

Obrigado.

Facuri disse...

O negócio agora é aproveitar "Siba e a Fuloresta" que também é bom demais e tem um show imperdível.

Me amarro no Blog!!!